sábado, 6 de dezembro de 2014

10 Coisas Que Você Deve Saber Sobre Jacó Armínio


Por Devin League

Hoje é o 455º aniversário de nascimento de Jacó Armínio (10 de outubro de 1559). Para comemorar, colocamos 10 coisas que você deve saber sobre o pastor e teólogo reformado holandês.

1) O seu nome de nascimento era Jacob (Jacó) Harmensz, ou Harmenszoon, nome holandês que significa “filho de Harmen”. Quando ele se matriculou na universidade de Leyden, ele usou o nome Jacobus Arminius, que é a versão latinizada do sei próprio nome. Armínio é mais conhecido por este nome porque este se tornou um rótulo para a escola teológica baseada em seus escritos (arminianismo).

2) Armínio passou por tragédias pessoais. O seu pai, um ferreiro, morreu quando ele era apenas um bebê. Certo pastor chamado Theodore Aemilius então o adotou, mas ele também morreu em 1574 quando Armínio tinha apenas 15 anos de idade. No ano seguinte, a sua mãe e os seus irmãos foram mortos no Massacre Espanhol em Oudewater, a sua cidade natal.

3) Na véspera da sua saída da Universidade da Basileia, ela espontaneamente lhe ofereceu o doutorado. Armínio recusou, alegando ser muito jovem para recebê-lo, ele tinha na época 24 anos.

4) Armínio considerava a si mesmo ser um verdadeiro seguidor de João Calvino e durante a sua estadia em Genebra, foi tido em alta consideração pelo sucessor de Calvino, Teodoro de Beza. De fato, Beza escreveu uma carta de recomendação para a igreja de Amsterdã a respeito de Armínio, dizendo: “tanto a sua vida quanto a sua sabedoria têm sido aprovadas por nós, portanto esperamos o melhor delas em todos os aspectos.”

5) Em 1587 Armínio foi autorizado a pregar e começou o seu pastorado em Amsterdã. No outro ano ele foi ordenado e serviu como pastor por 16 anos. Armínio tinha um coração de pastor, o qual se demonstrou de forma maravilhosa durante uma praga em Amsterdã em 1602, entrando em casas de pessoas contaminadas lhes dando água e comida.

6) Armínio se casou com uma mulher chamada Elisabete Real em 1590. O casal teve ao total nove filhos. Infelizmente, três morreram muito jovens.

7) O lema de Armínio, que ilustra como ele viveu a sua vida, era “bona conscientia paradisus” cuja tradução é “uma boa consciência é um paraíso.”

8) Durante o seu pastorado, Armínio foi encarregado de refutar um homem chamado Dirck Coornhert, que tinha notoriamente discordado do calvinismo sobre a predestinação e justificação. Armínio pretendia refutá-lo comparando os seus escritos com a Escritura, pais da igreja e reformadores. Porém, em última análise, Armínio concordou com Coornhert, mas decidiu não falar sobre isto num primeiro momento para manter a unidade. Eventualmente, sentiu que não poderia manter uma boa consciência calado sobre os seus desacordos, então começou a expressá-los apesar da controvérsia.

(Nota do Tradutor: biógrafos modernos de Armínio discordam que tenha sido este contato com Coornhert o fator determinante do afastamento dele da soteriologia calvinista)

9) Armínio retornou a Leyden em 1603 para servir como professor de teologia. Enquanto esteve ali, percebeu que os estudantes estavam se inclinando mais para a controvérsia entre ele e o seu colega, o professor Gomarus, ao invés da Escritura. Armínio rapidamente se esforçou para corrigir essa distração, guiou os estudantes de volta a Escritura como fundação da verdade.

10) O ponto principal da discórdia contra Armínio foi o tópico da predestinação. Em sua “Carta Endereçada a Hippolytus A Collibus”, Armínio definiu a predestinação deste jeito: “Ela é um terno e gracioso decreto de Deus em Cristo, pelo qual Ele determina justificar e adotar os crentes, e dotá-los com a vida eterna, porém condenar os descrentes e impenitentes.” Armínio entedia que a visão calvinista da predestinação era inconsistente com o caráter de Deus em Cristo como revelado no Evangelho.





Referências


Roger Olson – Teologia Arminiana

Kasper Brant – The Life of James Arminius

A Sketch of the Life of James Arminius – The Wesley Center Online

Jacó Armínio – A Letter Addressed To Hippolytus A Collibus











[1] http://www.gospeldistrict.com/ourblock/2014/10/6/10-things-you-should-know-about-james-arminius

Imprima este artigo em PDF

5 comentários:

GEORGE STVA disse...

Muito bom a materia sobre o Arminio.
Neste momento acabou de chegar em minha asa As Obras de Arminio , pela editora CPAD.
tI LOUCO PARA LER OS TRES VOLUMES.

GEORGE STVA disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fábio Victtor disse...

O Arminianismo é uma heresia grotesca, indiscutivelmente.

Peter Costa disse...

Boa tarde,o Senhor poderia me responder porque??

Personaret disse...

Olá Fábio Victtor!

Eu discordo do seu ponto de vista que o arminianismo é "uma heresia grotesca, indiscutivelmente". A teologia arminiana está em conformidade com a ortodoxia pré-agostiniana e pós-agostiniana, assim sendo, a menos que o sentido de heresia seja qualquer outro além daquele sentido clássico da teologia, a sua afirmação não passa de um xingamento desprovido de qualquer razão ou fundamento.

Postar um comentário