terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Religião não define caráter, mas Deus define!

8 comentários:

Anderson Caco disse...

A Madre Teresa não acreditava em Deus.

. disse...

ok, então ateus não tem caráter e TODOS os teístas tem?

Personaret disse...

(de.fi.nir)

v.
1 Explicar, mostrar o significado de uma palavra [td.: Desistiu de tentar definir saudade]
2 Determinar a extensão ou os limites de [td. : "...não tem competência para definir as zonas de reforma agrária" (Antonio Callado, Entre o Deus e a vasilha)]
3 Dar a conhecer com exatidão [td.: definir um projeto]
4 Determinar em resolução; FIXAR; DECIDIR; ESTABELECER. [td.: A assembleia definiu o novo plano de ação: O governo definiu as bases do acordo com os empresários]
5 Chegar a uma conclusão; tomar partido ou resolução (quanto a algo); DECIDIR [tr. + por, contra, a favor de, em favor de: O Congresso definiu -se a favor da reforma]
6 Retratar (a si mesmo ou alguém) por características físicas e psíquicas [td.: Com aquelas cruas palavras, definia seu filho mais novo.] [tdp.: A vida definiu -me amargo.]
7 Fís. Precisar grandezas (de tempo, espaço etc.) [td.: definir a envergadura do novo avião.]

[F.: Do lat. definire. Hom./Par.: defina (fl.), defina (sf.).]

Fonte: Dicionário Digital Aulete

Personaret disse...

Todos os comentários que não respeitarem princípios éticos e civilizados de argumentação discursiva serão deletados.

"O homem pecador, cheio de orgulho, não procura a Deus, nem se interessa por Ele. Todos os seus pensamentos se limitam ao seguinte: 'Não existe Deus!'"

Salmo 10:4 Bíblia Viva

♥ Andressa Bragança ♥ disse...

Quem define nosso caráter somos nós mesmos, com nossas escolhas e ações.
Nem Deus, nem religião, define carater de ninguem.
Nao é responsabilidade da religiao ou de Deus mudar o comportamento de ninguem. É NOSSA responsabilidade.

Personaret disse...

Concordo em partes com você Andressa. Certamente o ser humano é um indivíduo moralmente responsável pelos seus atos e, portanto, Deus ou deuses nada pode(m) interferir no seu arbítrio. Contudo, a revelação bíblica acrescenta que o mesmo ser humano agora está contaminado pelo pecado de modo a se inclinar para certas práticas pervertidas. Ao contrário do pensamento de Rousseau, o homem nasce escravizado em suas paixões, então não adianta culpar a sociedade. Alguns versículos esboçam essa teologia, tais quais como:

Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Romanos 7:18

Todavia, não há um só justo na terra, ninguém que pratique o bem e nunca peque. Eclesiastes 7:20

Mesmo tentando fazer o bem o ser humano peca, por isso é necessário que Deus auxilie este homem pecador para que ele possa exercitar algum bem (Gl 5.22-23). Esta é uma breve reflexão teológica cristã sobre o estado do homem diante de Deus.

Lex Titan disse...

Vc deve estar certo. Por isso Hitler cometeu tantas atrocidades, deve ter se inspirado no deus biblico em q ele tanto acreditava. kkkkkkkkkkkkkkkk

Personaret disse...

Argumentar que os ateus são pessoas melhores do que os crentes num deus é uma falácia lógica, um apelo a ignorância.

Se Hitler aprendesse com a bíblia a perdoar os pecados do mundo talvez ele não precisasse do racionalismo pragmático ateu e do darwinismo social para fazer o que fez.

Postar um comentário