domingo, 29 de dezembro de 2013

Declarações do Credo


Declarações do Credo
compilados por
Aimee Semple McPherson

CREMOS:

1. Na inspiração verbal das Escrituras originais.
2. Na absoluta trindade da eterna Divindade.
3. Na deidade de nosso Senhor Jesus Cristo.
4. Na personalidade e deidade do Espírito Santo.
5. Na realidade e personalidade do Diabo.
6. Na depravação natural da raça humana.
7. Na expiação substitutiva.
8. Na propiciação do pecado só pelo sangue de Cristo.
9. Na plena salvação pela graça mediante a fé e não pelas obras.
10. Na cura divina através da expiação.
11. Na unção do óleo e na oração pelos doentes.
12. No batismo pessoal do Espírito Santo como recebido pelos apóstolos.
13. Na necessidade do novo nascimento.
14. No batismo em água por imersão em idade da responsabilidade.
15. Na primeira e única igreja verdadeira composta de todos os crentes lavados pelo sangue.
16. Na evangelização dos pagãos e das nações do mundo.
17. Na política moderada em relação ao culto público, entre o extremo fanatismo e o ultra-ritualismo.
18. Na obediência a um governo civil.
19. No divórcio só com base bíblica do Novo Testamento.
20. No governo da igreja, lealdade e obediência àqueles que exercem autoridade sobre nós no Senhor.
21. No dízimo como o plano financeiro de Deus.
22. Na restituição dos erros do passado, sempre que possível.
23. Na mesa aberta na ceia do Senhor.
24. Na livre força de vontade moral do homem, que pode recair, apostatar e perder-se.
25. Na conservação de boas obras e uma vida santa.
26. Na vida vitoriosa sobre o pecado e sobre os maus hábitos por meio do estudo bíblico e de uma vida de oração incessante.
27. Na perfeição e santidade cristã, através de uma absoluta rendição e consagração.
28. Na modéstia cristã em matéria de vestuário, artigos de vestuário e jóias.
29. Na guarda do dia do Senhor, como uma questão de privilégio em vez de lei.
30. No que diz respeito à recreação – liberdade de consciência e um piedoso exemplo para o mundo.
31. Na imortalidade e consciente existência da alma.
32. Na ressurreição literal de nossos corpos, do justo e do injusto.
33. Num céu eterno e vida eterna literal para todos os verdadeiros crentes.
34. Num último dia de julgamento para os ímpios incorrigíveis.
35. Na punição eterna do impenitente.
36. Na pessoal, literal, corporal e pré-milenar vinda de Jesus Cristo.
37. Num futuro, literal, reino de mil anos de Cristo sobre a Terra com todos os seus santos.
38. No tribunal de Cristo, onde os santos estarão finalmente.
39. Na tolerância cristã a todas as denominações de fé cristã.
40. "No essencial – unidade; no não essencial – liberdade; em todas as coisas – caridade."


Imprima este artigo em PDF

0 comentários:

Postar um comentário