terça-feira, 9 de julho de 2013

1. Sobre as Escrituras e Tradições Humanas

Alguns Artigos a Serem Diligentemente Examinados e Ponderados ​​Por Causa de Uma Controvérsia Concernente a Eles Surgida Dentre os Que Professam a Religião Reformada 

Estes artigos estão, em parte, negando ou afirmando de forma decisiva e, em parte, negando ou afirmando de forma dúbia, cada um dos métodos representados por alguns sinais indicativos que estão adicionados aos diferentes artigos. 

1. SOBRE AS ESCRITURAS E TRADIÇÕES HUMANAS 

1. A regra da verdade teológica não é dupla, uma primária e a outra secundária, mas é uma e simples, as Sagradas Escrituras. 

2. As Escrituras são a regra de toda a verdade divina, de si, em si, e por si; e esta é uma afirmação imprudente, "que elas são de fato a regra, mas só quando entendidas de acordo com o sentido da Confissão das Igrejas Holandesas, ou quando explicadas pela interpretação da Catecismo de Heidelberg. " 

3. Nenhum escrito compilado por homens — por um homem, por poucos homens, ou por muitos — (com exceção das Sagradas Escrituras) é αυτοπιστον [gr. autopiston] "crível por si mesmo", ou αξιοπιστον [gr. axiopiston] "digno de fé por si mesmo" e, portanto, não está isento de um exame a ser instituído por meio das Escrituras. 

4. É uma afirmação irrefletida, "que a Confissão e o Catecismo são postos em dúvida, quando são submetidos a um exame", pois eles nunca foram colocados para além do perigo de serem postos em dúvida, nem podem ser assim colocados. 

5. É tirânico e papista controlar as consciências dos homens com escritos humanos, e impedi-los de serem submetidos a um exame legítimo, mesmo sob o pretexto de tal conduta tirânica ser adotada.

0 comentários:

Postar um comentário