quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Pastor Pentecostal Espancado e Preso na Índia

Um pastor pentecostal no sul do estado indiano de Karnataka foi preso por acusações de conversão forçada no domingo.

Pastor Shivanda Siddi, 45 anos, foi detido enquanto realizava um culto de adoração na Igreja Assembleia de Deus de Gnanodaya, informou o Conselho Global de Cristãos Indianos.

De acordo com o grupo de defesa, cerca de cinco pessoas pertencentes a uma organização extremista hindu interrompeu o culto e começou a atacar fisicamente o pastor.

"Os radicais humilharam o pastor, rasgando as suas roupas e batendo nele na frente dos fiéis. Depois de bater no pastor por cerca de meia hora, eles chamaram a polícia na estação de Yellapur ", informou o CGCI.

O pastor bem como sete mulheres, incluindo duas meninas com idades entre 10 e 11 anos, teriam sido presos pela polícia.

O CGCI informou que o pastor foi "espancado novamente pelos radicais na frente dos policiais."

Após a intervenção do CGCI, a polícia liberou as mulheres. No entanto, o pastor foi indiciado sob a Seção 295 do Código Penal , tendo sido posteriormente enviado para a prisão Sirsi.

Pastor Siddi ministrou entre tribos na Vila de Umachagi, concelho de Mundgod, nos últimos cinco anos.

A detenção surge poucos meses depois de dois outros pastores da Assembleia de Deus ser agredidos com barras de ferro por um grupo de pessoas desconhecidas em Karnataka. O pastor Shiju Kuriakose, 35 anos, e o pastor Jayan, 30 anos, tinham acabado de orar quando foram atacados.

Até agora em 2010 houve 106 incidentes de perseguição na Índia e 37 ocorreram em Karnataka, isto conforme o relatório semestral da Associação Evangélica da Índia sobre grandes incidentes de violência anti-cristã. No ano passado, houve pelo menos 152 ataques contra cristãos .

Há cerca de 25 milhões de cristãos (cerca de 2,3 por cento da população) na Índia. A maioria da população da Índia é hindu.


Fonte: Christian Today

0 comentários:

Postar um comentário