sábado, 13 de fevereiro de 2010

O Dicionário Calvinista (sátira)

Por Kevin Jackson


Um dicionário para ajudar a compreender melhor a terminologia arminianos calvinista. (Não levem isto muito a sério, isso é apenas uma boa brincadeira).


Todos: Os eleitos


Chamado ao Altar: Um insulto a Deus


Arminianismo: Teologia centrada no homem


Segurança: Esperança que você seja eleito


Agostinho: O primeiro pai da igreja.


Calvinismo: O evangelho


Chamada (eficaz): Ser irresistivelmente arrastado


Chamada (geral): Justificação de Deus para condenar os réprobos.


Catolicismo: O que leva ao Arminianismo.


Compatibilismo: Somos livres para fazer tudo aquilo que o Oleiro nos decretou a fazer.


Contradição: Um mistério


Doutrinas da Graça: Termo que ajuda a ilustrar como Deus nos tem dado um discernimento calvinista superior. Exemplo usual: "Eu era um arminiano antes de ser iluminado pelas doutrinas da graça".


Doris Day: Cantora da verdade


Propósito: Arrastar


Simples crendice: A falsa ideia de que você pode acreditar em Jesus Cristo e ser salvo. Pode um cadáver podre acreditar? Não, não pode.


Eisegesis: Qualquer interpretação arminiana de uma passagem difícil (obrigado Ben)


Emergente: Sinônimo de "herege", a menos que o seu nome passe a ser Mark Driscoll.


Esaú: Deus odiou alguém sem uma boa razão.


Todo o Mundo: Somente os eleitos.


Exegese: Qualquer interpretação de James White, afinal ele é um sábio grego.


Fé (1): Algo que os eleitos são convertidos depois da regeneração.


Fé (2): Uma obra que dá orgulho aos arminianos.


Fatalismo: Nada a ver, saia daqui.


Finney, Charles: Perverso que (realmente) destruiu o movimento evangélico e que é supostamente um exemplo normativo de arminianismo conforme o Westminster Theological Seminary.


Presciência: Decreto ou amor, absolutamente nada a ver com saber antes.


Calvinista de quatro pontos: Um arminiano


Frankenstein: Uma boa história sobre um monstro morto que se moveu com um raio e, em seguida, tornou-se vivo. Grande paralelo com a forma de sermos regenerados.


Livre-arbítrio: Algo que não pode existir porque tornaria Deus impotente caso seja verdade. Alternativamente, ser livremente participante de um destino.


Glória: Elogio que damos a Deus por qualquer coisa má que nunca tenha acontecido (exceto para o nascimento de Charles Finney).


Vontade secreta de Deus: Salvar alguns poucos e reprovar o resto (segredo para arminianos, mas não para nós).


Vontade revelada de Deus: Um mistério


Evangelho de João: qualquer coisa por John Piper


Hebreus: Passe desse livro e leia o Evangelho de João em seu lugar.


Hiper-Calvinistas: Calvinistas que se preocupam mais com a coerência do que olhar bem.


Infralapsarianismo: Consulte "calvinista de quatro pontos".


Danação infantil: Algo que traz glória à Deus.


Tiago: Livro que Lutero queria ter jogado para fora do cânon.


Jesus Me Ama, Isso Eu Sei: Canção infantil enganosa.


Jesus Ama as Criancinhas: Outra canção terrível, obviamente escrita por alguém que não teve tempo para fazer uma boa exegese da Escritura.


João 3.16: Versículo enigmático. É preciso ser um estudioso para compreender corretamente essa passagem. O discernimento imparcial de James White é recomendado.


Kosmos: Palavra grega que significa "eleitos".


A Bíblia Viva: Espero que você esteja brincando.


Missões: Uma completa perda de tempo consulte "chamado ao altar" para obter mais informações.


Mistério: A maneira como Deus decreta o pecado, mas não é responsável por ele.


NVI: Palavra que traduz o pensamento é heresia.


Paulo: Autor de Romanos 9.


Pelagiano: Nome para chamar os arminianos, pontos extras se eles não sabem o que significa.


Polêmica Ateísta: Outro nome para chamar os arminianos e uma boa tática diversionista quando o apelo para John Owen não funciona.


Pregar o Evangelho: Alguma coisa que Deus manda, mas o motivo é um mistério.


Soberba: Algo que as obras baseadas nos arminianos têm em abundância, mas nós calvinistas não temos após termos sido escolhidos por Deus.


Regeneração: Consulte "Frankenstein".


Réprobo: Aqueles a quem Deus condena justamente para maximizar a Sua glória.


Rick Warren: Autor sem valor, leia alguma coisa de John Gill em vez disso.


O Caminho para Roma: Lugar aonde o sinergismo sempre conduz.


Robô: Não diga essa palavra!


Servetus: Um herege que teve o que merecia.


Naufrágio: Termo enganador, porque o "barco" realmente estava flutuando em primeiro lugar.


Soberania: meticulosa microgestão.


Supralapsarianismo: Deus orquestrou a queda para sua glória, a verdade central da escritura.


Wesley, John: Um falso apóstolo do livre-arbítrio (agora sem brincadeira)


Whitefield, George: Superior a Wesley


Todo aquele que: Os eleitos


Mundo: Os eleitos



Fonte: Evangelicals Arminians

Imprima este artigo em
PDF

1 comentários:

Henrique Silva disse...

muito bom!!... bastante divertido (e inteligente) - valeu!

Postar um comentário