segunda-feira, 29 de março de 2010

Arqueologia: 188 casas do período Neolítico foram descobertas na região do Médio Eufrates


27 de Março de 2010

por Ruaa AL-Jazaeri


Global Arab Network

Tal Bokrous é uma amostra da primeira aldeia agrícola construída de acordo com o estilo arquitetônico da Idade da Pedra em Deir Ezzor, (432 kms a nordeste de Damasco, Síria).

O sítio é a únicaa descoberta arqueológica na região do Médio Eufrates, que pertence à fase de expansão do período Neolítico.

O período Neolítico (Nova Idade da Pedra), foi um período de desenvolvimento da tecnologia humana, teve início em cerca de 9500 a.C no Oriente Médio, que é tradicionalmente considerado a última parte da Idade da Pedra.

As casas adjacentes construídas ao longo dos dois lados da área da vila mostra a grandeza do estilo arquitetônico naquele período.

O arqueólogo Yarub al-Abdullah disse: "O número de casas desenterradas soma 188, cada casa inclui três salas construídas de tijolos secos, enquanto os pisos e paredes foram pintados com barro ou gesso.”

Algumas paredes foram decoradas com pinturas coloridas representando patos e gansos, acrescentou o arqueólogo.

Restos de plantas carbonizadas foram encontrados em grelhas feitas de argamassa, visto que a comunidade agrícola a utilizava para viver no local, dependendo da agricultura e pecuária.

Estudos mostraram que a cevada utilizada crescia naturalmente no local, posteriormente os habitantes locais desenvolveram a agricultura e começaram a semear cereais e lentilhas.

O artesanato dependia principalmente das matérias-primas disponíveis, tais como alabastro e pedras de obsidiana.

Muitas pedras tornadas em agulhas, brocas, esculturas e utensílios foram desenterrados no local.

Esculturas de mulheres nuas e cabeças de homem feitas de barro cozido foram as mais importantes descobertas no sítio.

Os achados arqueológicos preenchem uma importante lacuna na nossa compreensão na região do Médio Eufrates a qual dependia principalmente da agricultura.


Fonte: Global Arab Network

0 comentários:

Postar um comentário