terça-feira, 30 de março de 2010

Egito descobre porta de granito de 3,5 mil anos


Porta de granito vermelho ficava na tumba de User, um poderoso conselheiro faraônico

Uma imponente porta de granito vermelho procedente da tumba de um poderoso conselheiro faraônico que data de 3.500 anos foi descoberta em Luxor, anunciou nesta segunda-feira o ministro egípcio da Cultura, Faruk Hosni.

Essa entrada falsa, considerada pelos antigos egípcios como o ponto de passagem ao além, foi desenterrada perto do templo de Karnak, afirmou o ministério em um comunicado.

O objeto pertencia à tumba de User, um influente conselheiro ou vizir (termo que significa "ajudante"), da rainha Hachepsut, que governou o Egito entre 1479 e 1458 antes de Cristo, o reinado mais longo de uma mulher faraó.

Sobre a porta, de 1,75 m de altura e 50 cm de espessura, estão gravados textos religiosos assim como os diferentes títulos de User - prefeito, vizir e príncipe -, afirmou o chefe do serviço de antiguidades egípcias, Zahi Hawass.

"Esta porta foi reutilizada pelos romanos. Foi retirada da tumba do vizir e utilizada em uma estrutura que data da época romana", completou o responsável pela escavação, Mansur Boraik.


Fonte: Terra Notícias

0 comentários:

Postar um comentário