sábado, 17 de abril de 2010

Arqueologia: antigos textos mostram semelhanças entre as línguas árabe e ugarítico


Segundo os arqueólogos, os textos antigos encontrados em Ugarite revelaram informações importantes sobre a vida intelectual e cultural em Ugarite, detalhando os diversos aspectos da vida na antiga cidade.

Os achados destacam semelhanças entre a língua ugarítica e árabe em termos de significados e gramática.

O Diretor do "Departamento de Arqueologia de Lattakia" Jamal Haidar disse que as escavações em Ras Shamra revelaram documentos que ilustram o esforço de um escriba ugarítico em ensinar aos seus alunos o alfabeto, nota-se que os escribas eram respeitados na cidade e pela corte real de Ugarite, e que eram altamente cultos e inteligentes.

Os textos antigos revelam que os escribas de Ugarite aprenderam línguas estrangeiras e as ensinaram. Além deles darem especial atenção a sua língua materna, também deram atençã a língua dos cananeus.

Haidar salientou que a descoberta dos tabletes de argila mostram que a ordem alfabética do idioma ugarítico é muito semelhante ao alfabeto árabe e grego, com apenas algumas diferenças.

Ele acrescentou que o idioma ugarítico também está próximo do árabe em termos de gramática e, com cerca de 1.000 palavras que são a mesma coisa em árabe, tornando-se mais de dois terços do vocabulário ugarítico, observa-se que algumas palavras do ugarítico não são encontradas no árabe clássico, mas sim no dialeto comum de Lattakia.

O Diretor do sítio ugarítico de Ghassan al-Qaiem disse que, conforme o cientista britânico John Healey, o povo de Lattakia são os herdeiros do povo de Ugarite, tornando-se natural aos termos ugaríticos permanecerem no dialeto local, acrescenta-se que isso facilitou o estudo dos textos ugaríticos.

O idioma ugarítico, descoberto por arqueólogos franceses em 1928, é conhecido apenas sob a forma de escritos encontrados na cidade perdida de Ugarite, perto da moderna aldeia de Ras Shamra, na Síria. Ele foi extremamente importante para os estudiosos do Antigo Testamento para esclarecer os textos bíblicos em hebraico e revelar mais da maneira em que a antigo cultura israelita encontra paralelos nas culturas vizinhas.

O ugarítico foi "a maior descoberta literária da antiguidade desde a decifração dos hieróglifos egípcios e o cuneiforme mesopotâmico [1]". Os textos literários descobertos em Ugarite inclue a Lenda de Keret, o Épico Aqhat (ou Lenda de Danel), o mito de Baal-Aliyan e a Morte de Baal - os dois últimos também são conhecidos coletivamente como o Ciclo de Baal - todos eles revelam uma religião cananéia.


Fonte: Global Arab Network

0 comentários:

Postar um comentário